Bienal: Quadrinistas Dash Shaw, Fábio Moon e Gabriel Bá falam de processo produtivo

alienista1

Outro encontro interessante neste sábado foi o do quadrinista americano Dash Shaw com os brasileiros Fábio Moon e Gabriel Bá (Os Gêmeos). Mediados pelo jornalista André Miranda, no Café Literário, eles debateram o tema “Umbigo sem fundo: trauma e trama”. Na verdade, o assunto era… quadrinhos.

“Eu não tinha um roteiro. Tinha ideias, notas, desenhos… pude escolher o que queria incluir no livro e o que não queria. Fiz no meu tempo”, disse Dash Shaw ao ser perguntado sobre como se programou para escrever “Bottomless Belly Button”.

shaw

Os Gêmeos também falaram sobre seu processo criativo e de como o lençol da Turma da Mônica – aquele que tinha os personagens vestidos de astronautas – influenciou sua inspiração (essa parte foi de Gabriel Bá). Quando André Miranda quis saber o que eles achavam mais valioso no quadrinho, Fábio Moon foi enfático:

“A história é a coisa mais importante, porque é o que fica com as pessoas. Os desenhos são usados para contar.”

Dash Shaw, Gabriel Bá e Fábio Moon no Café Literário / Divulgação Gingafotos

Dash Shaw, Gabriel Bá e Fábio Moon no Café Literário / Divulgação Gingafotos

2 thoughts on “Bienal: Quadrinistas Dash Shaw, Fábio Moon e Gabriel Bá falam de processo produtivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>