Para encerrar 2016, o ano que marca duas décadas sem Renato Russo, a LeYa leva às livrarias Discobiografia Legionária, livro escrito pela jornalista Chris Fuscaldo: um relato com histórias, bastidores e curiosidades das gravações de todos os álbuns da Legião Urbana. Do primeiro LP, aos discos póstumos, passando pelos trabalhos solo, discos ao vivo e coletâneas, Renato, Marcelo Bonfá, Dado Villa-Lobos, Renato Rocha e muitos outros convidados aparecem em episódios que ajudam a entender a importância de uma das maiores bandas de rock da história do Brasil e como registraram alguns dos maiores clássicos nacionais.

Além do seu envolvimento pessoal de longa data com a banda, a autora entrevistou amigos, músicos, produtores e técnicos que trabalharam nas gravações para contar uma história até aqui pouco explorada. O resultado está nesta biografia de cada disco lançado pela banda responsável por mudar a história do rock brasileiro entre 1980 e 1996 – Renato Russo morreu em 11 de outubro de 1996, encerrando a parte mais bonita da história da banda.

Chris Fuscaldo coleta histórias curiosas. Como o episódio em que o produtor do primeiro álbum, José Emilio Rondeau, só topou trabalhar quando Renato Russo e Marcelo Bonfá imploraram, debaixo de chuva, para ele esquecer uma briga feia que ocorreu no estúdio pouco antes. Ou ainda a técnica de Mayrton Bahia, o produtor que mais trabalhou com a banda e um mestre em cortar e colar com lâmina de barbear as fitas na edição das músicas. A intimidade dos músicos, as brigas e confusões e ainda as amizades seladas ao longo da trajetória da Legião também estão presentes no livro.

“Que as novas histórias sejam um presente para os fãs e para devoradores de biografias musicais”, afirma Chris Fuscaldo. “Que elas complementem tudo o que já foi dito e escrito sobre a Legião Urbana. E que satisfaçam o desejo de Renato Russo, se consagrando como mais um documento de resgate da memória e de celebração da história da música brasileira.”

Confira o release do livro