Zé Ramalho sobre biografia: ‘Mesmo tendo autorizado, não significa que eu vá ler’

Zé se prepara ainda para ter sua história contada em biografia escrita pela jornalista Chris Fuscaldo, ainda sem data de lançamento. Ao Estado, ele conta ter autorizado o livro há três anos, o que, diz, não significa controle. “Mesmo tendo autorizado, não significa que eu vá ler.”

O trecho acima introduz a ótima entrevista feita pelo jornalista e biógrafo Julio Maria para “O Estado de S. Paulo” e publicada nesta sexta-feira (27/10). E comprova o sentimento que eu sempre tive de que Zé Ramalho me parece um dos nomes mais coerentes da música brasileira. Eu sempre digo que, muito melhor do que proibir, é incentivar a escrita de muitas e variadas biografias, com seus recortes, com suas histórias. E ele sabe disso. Em breve, a minha estará por aí!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>