Ana Carolina predomina no karaokê do super-mercado

Isso aconteceu em 2014, mas gosto de lembrar…

Depois da overdose de Ana Carolina por causa de um projeto em andamento, chego no mercado, reclamo com meu amigo Jucelino (que é a cara de Morgan Freeman, mas diz que agora se chama Justin) que a música em inglês é mais difícil de cantar naquele ambiente. Imediatamente, o locutor troca o disco pelo primeiro da Ana Carolina e começa a me seguir com o microfone na mão pelos corredores. Eu, que decorei quase tudo da mineira depois dessas últimas semanas, vou terminando minhas compras e, então, vamos os dois cantando até o caixa, onde a moça que registra as compras também canta: “E cada vez que eu fujo eu me aproximo maaaaais… É é é… E te perder de vista assim é ruim demaaaaais…”

Olho em volta e tem muito mais gente cantando junto. Proponho a Justin pedir um segundo microfone ao gerente para que todos os clientes possam participar desse karaokê e ele se anima. Digo que posso passar a foto da placa de um dos karaokês da feira de São Cristóvão para eles copiarem os dados. Quem sabe na semana que vem o Multimarket vai estar festa? A seguir, cenas dos próximos capítulos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>