Homem estupra menina deficiente em Copacabana e flanelinha chama a polícia

Posted by Chris Fuscaldo Category: Dia a Dia Tag: ,

Hoje cedo, li uma nota que dizia que um “produtor cultural” teria estuprado uma menina com deficiência mental e física dentro de um caminhão, em Copacabana. Fervi por dentro. Comecei a ter aquele desejo (de sempre) de fazer justiça com minhas próprias mãos, tipo encontrar o filhodaputa e arrancar as coisas dele com uma faca de cozinha mesmo.

Ao chegar de tarde em Copacabana para minha sessão de Acunpuntura, meu parceiro flanelinha chegou na minha janela e falou, bem pertinho de mim: “Tá vendo aquele caminhão? Sempre achei o dono gente boa. Ele deixava eu dormir aí na caçamba no fim de semana. Hoje cedo cheguei, vi a caçamba aberta e achei que ele tinha esquecido. Quando abri pra ver, o filhodaputa estava com a garota especial que vive aqui do lado. Não aguentei ver aquilo e não fazer nada. Chamei a polícia e os camaradas que trabalham aqui comigo na rua e o pessoal meteu a porrada nele. A polícia levou ele. Me disseram agora que a esposa do cara, que tá com uma criança de colo, se negou a dar informação pra polícia. Ela tá defendendo ele e vai acabar presa como cúmplice. Tô com muita raiva!”

Fiquei em choque. Primeiro por perceber que em menos de seis horas da leitura, eu estava na cena do crime (eu e um monte de repórteres). Depois, por ouvir detalhes de uma história horrorosa que preferi censurar aqui por não ter estômago para reproduzir. E também porque isso me fez de novo (como tem feito muito este ano) achar que a vida real é uma merda para quem não é provido de alguma coisa (dinheiro, beleza, fama etc). Por último, porque não admito que uma mulher, por mais apaixonada que seja, defenda um monstro como esse. Cadê a tal sororidade???? Fiquei tentando entender… Só pensava no que ela podia estar pensando… “Ai, eu não devia ter me negado a transar com ele naquela noite em que o bebê não parava de chorar”; “Ai, coitado, a gente não transa mais todo dia como no início”; etc.

A única coisa que me fez bem foi saber que aqueles caras da rua fizeram o que eu queria muito fazer com cada filhodaputa que faz isso com uma mulher. Agradeci ao meu parceiro por conseguir promover o flagra e por dar uns tapas no cara.

Mas, sério, gente… Era pra eu estar dormindo, mas estou revoltada até agora…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>