O dia em que Zé Ramalho falou que pegaria meu autógrafo

O dia em que Zé Ramalho falou (logo após me chamar de politicamente correta porque não abusei da condição de biógrafa e entrei na fila com meu box “Voz e Violão – 40 Anos de Música” nas mãos):

“Vamos fazer outra noite como essa aqui, só que eu é que vou entrar na fila para pegar seu autógrafo!”

Tá anotado, hein, Zé?

Foto: Elias Nogueira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>