Roberto Carlos deve finalmente tocar em Cuba, mas e Alexandre Pires?

Vai parecer que é mentira minha, mas eu juro que estava para escrever sobre a equação Roberto Carlos + Cuba. Saber agora (hoje mesmo) que ele está planejando fazer um show gratuito na ilha, como o feito pelos Rolling Stones, mudou completamente o rumo da prosa. A ideia era antes fazer uma pequena crítica, questionar o por quê de o Rei nunca ter pensado em se apresentar em um dos países que mais consomem sua música. Não falo de vendas de discos, afinal, a maior parte do povo cubano não tem condição de comprar álbuns… Será por isso? Bom, e eu nem sei se os importados chegam lá (faltou apurar isso na minha última passagem pelo país). Falo de memória, de amor pela canção de um artista mesmo. Em Havana, ouvi pelo menos três músicos reproduzindo as versões em espanhol dos sucessos de Roberto: primeiro, em um restaurante com música ambiente ao piano; depois, dentro da minha própria casa, ou melhor, da casa onde me hospedei, cuja dona tinha um marido músico, integrante de uma tradicional banda de salsa local; por fim, na rua, através de um senhor que, com seu violão, sentado na escada de um prédio público, misturava bossa nova com os hits românticos do Rei enquanto eu passava.

Alexandre Pires em CubaPerguntei aos cubanos se sabiam porque Roberto Carlos nunca havia tocado lá e ninguém conseguia responder. Uma pessoa especulou que os artistas que tocam lá não recebem cachê porque o governo não consegue bancar eventos desse porte (só mesmo os de músicos cubanos) e provavelmente isso não atrairia nomes como o dele. Também me disseram (e aí não foi só ele, mas uma amiga brasileira que mora e trabalha em Cuba) que deve ser esse o caso de Alexandre Pires, artista também muito celebrado pelo povo da ilha (hoje em dia até mais que o Rei), mas que nunca se dispôs a ir até lá. Ao me deparar com a nota publicada por Lauro Jardim em seu blog, no site do jornal O Globo, fiquei pensando se a decisão de ir não foi mais da TV Globo do que do próprio Roberto, afinal, parte desse show será exibido no tradicional especial de fim de ano. Vai que a emissora está pensando em seguir os passos norte-americanos e trazer um pouco de Cuba para seus espectadores?

O que mudou na minha prosa? Simplesmente eu querer terminar o post celebrando o fato de, sendo for por dinheiro ou não, meus amigos de Cuba terão a oportunidade de realizar um sonho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>