Zélia Duncan se transforma em Itamar Assumpção no Circo Voador

Zélia Duncan por Marco KonopackiA gente sabe quando há verdade numa interpretação, né? Zélia Duncan sempre foi uma grande admiradora de Itamar Assumpção. No palco do Circo Voador, neste sábado (27/04), a cantora não deixou dúvida de que o músico, que já foi chamado de maldito e de marginal, é mesmo uma grande influência. O show “Tudo Esclarecido”, baseado no disco “Zélia Duncan canta Itamar Assumpção – Tudo Esclarecido”, contou com 24 músicas do compositor paulista falecido em 2003. ZD se apropriou tanto das letras que todas pareciam ter sido escritas por ela.

A banda chegou: Ézio Filho (baixista e diretor musical do show), Webster Santos (guitarra e violão), Léo Brandão (teclado e acordeon) e Lucio Vieira (bateria e percussão). Juntou-se a eles o parceiro mais constante de Zélia Duncan: o músico, arranjador e produtor Christiaan Oyens (violão, guitarra slide e percussão). O palco estava coberto por uma cortina de voal quando Zélia entrou, acompanhada por duas pessoas. Uma delas parecia seu personal stylist, pois, além de dar um retoque na maquiagem, bagunçou o cabelo da cantora. Enquanto isso, a banda tocava trechos de “Procurei” e “Bicho de 7 Cabeças”.

Zélia Duncan por Marco KonopackiCortinas abertas, ZD canta “Enquanto Penso Nela”, “Cabelo Duro” e o hit “Tua Boca”. Destaque para o belo cenário de Simone Mina, responsável também pelo ótimo e todo branco figurino de Zélia: calça e casaco cheios de zíper e uma segunda pele por cima de uma blusinha mais cavada.

“Prezados ouvintes, bem-vindos ao Circo Voador!”, anunciou Zélia, cumprimentando a plateia. “Itamar cantou ‘Porque será que da morte / Não há caminho que torne? / Mas logo em seguida ele respondeu que ‘Poderia viver oitocentos milhões de anos /Neste planeta na gandaia e na folia / Louco de tanta alegria /Totalmente à revelia’.

Zélia Duncan por Marco KonopackiDo álbum “Acesso”, lançado em 1998, ZD puxou “Código de Acesso”. Ao final, em uma das vezes que repetiria “é uma linda canção de amor”, cantou “é uma linda canção de Itamar Assumpção”. A música “Isso Não Vai Ficar Assim” ganhou exaltação a outro grande nome da MPB: “Salve, Ney Matogrosso, que gravou comigo essa canção!” Na sequência, “Quem Mandou” ganhou um coro mais forte da plateia.

Zélia Duncan por Marco KonopackiZélia fez um rabo de cavalo e introduziu “Ciúme Doentio” e “Ciúme do Perfume”. Foram apresentados somente trechos da canções, que são pesadinhas, mas divertidas! Com os cabelos soltos novamente, o forró comeu solto, com acordeon e tudo, em “Vê se me Esquece”! Com óculos escuros e sentada num banquinho, bem ao estilo Itamar Assumpção, ZD interpretou “Fico Louco”! “Zélia Mãe Joana” é curtinha, mas ótima! Saíram o casaco de zíper e a segunda pele e entrou “Quem Canta Seus Males Espanta”, canção que deu nome ao álbum “Eu me Transformo em Outras”, lançado pela cantora em 2004.

Zélia Duncan por Marco KonopackiO momento romântico começou com “Mal Menor” e seguiu com “Não é Por Aí”, que a galera cantou junto, ajudando Zélia, que começou a música sozinha ao violão. “Noite Torta”, “Fim de Festa” e “Milágrimas” – que ZD gravou no álbum “Pré Pós Tudo Bossa Band”, de 2007, com participação de Anelis Assumpção, filha de Itamar, e no show tocou sozinha ao cavaquinho – vieram antes de “É de Estarrecer”. Nesta, ela lembrou que Martinho da Vila, que gravou a música com ela, também curtia o poeta marginal.

Zélia Duncan por Marco Konopacki“Gruta da Solidão” e “Tudo Esclarecido” encerrariam o espetáculo se não houvesse um bis daqueles já programados. Ainda bem que Zélia não levou mais do que dois minutos fora do palco (que chato esse negócio de bis ensaiado). Após apresentar a banda, apropriou-se da letra de “Nego Dito”, sucesso de Itamar, para dizer quem é: “Meu nome é… Benedito João dos Santos Silva Beleléu…”  Para finalizar, Zélia cantou “Leonor” e se despediu dos fãs.

Viva Itamar Assumpção!

4 thoughts on “Zélia Duncan se transforma em Itamar Assumpção no Circo Voador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>