Homenagem da Beija-Flor a Roberto Carlos decepciona. Pelo menos saí com a rosa do Rei

Posted by Chris Fuscaldo Category: Shows e eventos Tag:

Divulgação / Beija-Flor

Sempre achei um saco ver os desfiles das escolas de samba pela televisão. Este ano, a expectativa era me surpreender com toda aquela pompa passando bem na minha frente. E foi exatamente o que aconteceu. Realmente, ao vivo, é tudo mais bonito, muito mais contagiante. Mas escolhi ir no segundo dia de Carnaval ao Sambódromo por um motivo especial: ver a homenagem da Beija-Flor ao Rei Roberto Carlos. Quem me conhece bem – e aqueles que andaram acompanhando meu trabalho na grande imprensa entre 2005 e 2009 (infelizmente, em 2010 e 2011, perdi as coletivas do homem por estar fora do país) – sabem que, quando posso, agarro a rosa do Rei. Pois bem… Fui para a Sapucaí pós-bloco, vestida de Branca de Neve, super bem acompanhada de três pessoas maravilhosas e com mochilas e sacos cheios de mantimentos. A Beija-Flor foi a última a desfilar, depois do atraso da Salgueiro e da chuva que caiu durante a Grande Rio. Troquei o vestido encharcado por uma capa e fiquei lá, tremendo de frio, esperando o Rei.

Veja o especial do Rei publicado no site do jornal O Globo em 2009

Queria fazer mais firula, mas prefiro ir direto ao ponto. O desfile da Beija-Flor, intitulado “A simplicidade de um Rei”, foi o pior da noite. Alegorias pobres, nenhuma referência aos filmes nos quais atuou (se teve, foi tão ruim que não chamou a atenção), Lady Laura pouco (ou nada) homenageada… Achei a história do Rei super mal contada. Os carros eram fechados demais, dificultando até mesmo a visão dos artistas que neles estavam. Hebe Camargo precisou meter a cara em um vão entre as hastes das pilastras do veículo. Erasmo Carlos entrou vestido de branco e azul, como se fosse normal vê-lo por aí sem seu tradicional colete de couro e suas pulseiras e anéis de velho roqueiro. E Wanderléa, por onde andava? Enfiar um monte de cantoras em um carro para fazer referência ao show “Elas cantam Roberto Carlos” e um bando de sertanejo no outro para lembrar do álbum “Emoções sertanejas” serviu só pra encher de “gramour” (hein?) o desfile da Beija-Flor, porque esses dois eventos entraram para a história do Rei apenas no ano passado. Há muito mais o que contar sobre o único artista brasileiro com mais de 100 milhões de cópias vendidas dos seus mais de 60 discos lançados.

Agora, você deve estar se perguntando: se a Beija-Flor foi tão mal assim, por que ganhou o título de campeã do Carnaval 2011? Ahhhh, meu amigo (ou amiga)… só vamos descobrir perguntando àquele locutor que, para segurar a atenção da plateia enquanto a escola atrasava (e muito) sua entrada na avenida, ficou metendo o dedo na ferida da Porto da Pedra, dizendo que a escola havia deixado óleo no chão. Engraçado que, mesmo depois de os garis limparem o local, a escola demorou muito a entrar. E, quando passou, correu à beça pra não estourar o tempo. Enfim, pra mim, uma tragédia mal contada.

Só valeu para, mais uma vez, ver o sorriso que adoro de Roberto Carlos e para sair com mais uma rosa do Rei (leia “No navio com o Rei… e a rosa“). Sendo que esta foi distribuída por uma funcionária da Beija-Flor lá no setor 13, onde eu estava.

Mais sobre o Rei:

Estrela em ascensão da música sertaneja, Paula Fernandes nega boatos sobre namoro com Roberto Carlos: ‘somos só bons amigos’

Com dores, Roberto Carlos se esforça para emocionar 400 mil na praia de Copacabana

Depois do encontro com o Rei, reflexões sobre o popstar viciado e as mulheres que amam demais

Chuva atrapalha, mas não tira brilho do show de Roberto Carlos no Maracanã

Roberto Carlos nega mudança para São Paulo e admite ‘ficar’: ‘Vivo de acordo com a época’

Roberto Carlos contou com a ajuda de pescoços femininos para escolher a fragrância do perfume ‘Emoções’

Roberto Carlos participa do novo CD de MC Leozinho

Quer ficar sempre informado do que está rolando no blog? Siga o GarotaFM no Twitter: http://twitter.com/GarotaFM


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>