A festa de Milton Nascimento para Marina Machado

Já faz um bom tempo que Milton Nascimento tenta emplacar a conterrânea Marina Machado nas rodas musicais. Na noite desta terça-feira, ele fez a tentativa derradeira, oferecendo em sua casa um show da mineira para a nata da música brasileira e alguns outros artistas. Da nata, estavam lá Wagner Tiso, Zé Renato, Tunai, Moska, Gastão Villeroy, Gabriel Moura, João Suplicy etc. Dentre os outros, compareceram Serjão Loroza, Felipe Dylon, Maria Paula, Maria Gadú, aquele menino que era de “Malhação” e hoje apresenta o programa “TV Globinho” etc.

Como bom mineiro, Milton foi ótimo anfitrião. Abriu as portas de sua casa grande e confortável no Itanhangá, ofereceu sanduichinhos, cervejas e refrigerantes, e ainda cantou “Dinamarca”, “Roupa Nova” e “Lilia” ao lado de Marina no (seu) “anfiteatro” Wayne Shorter (um espaço livre com uma pequena arquibancada na frente). Bituca estava animado, mas reclamou da voz, que falhou em certo momento. Entre os melhores momentos ficou também o dueto da cantora com Flávio Venturini (“Noites com sol”). 

Durante o show de Marina Machado, a plateia parecia fria. E ela percebeu isso. Num certo momento, comentou, ao microfone: “Vocês estão quietos. Achei que no Rio o pessoal fosse mais alegre.” Depois dessa, os amigos de Milton tentaram interagir mais. Foi mais fácil quando a cantora ligou um ventilador, para que os babados de seu vestido esvoaçassem, deixando sua coxa à mostra. “Uhhh!”, ouviu-se. Ela canta direito, mas não há nada de muito especial em seu repertório. E, apesar de ter anunciado a presença de sua coreógrafa, não mexeu muito o corpo. São 17 anos de carreira, mas ainda falta amadurecimento. 

Sem dúvida, a parte mais divertida da festa foi a jam session que rolou depois, com Gabriel Moura cantando acompanhado pelo baixo de Gastão Villeroy, João Suplicy mostrando que tem o dom ao violão, Luis Carlinhos tentando entrar para a galera,  e Ava cantando e  mostrando que ser filha de Glauber Rocha faz diferença. Arrasou uma menina que cantou “Somewhere over the rainbow” e “Mercedes Benz”. Set list batidíssimo, mas que voz… Fui embora sem conseguir saber seu nome, mas a ovação deixou crer que a desconhecida havia sido a grande estrela da noite.

4 thoughts on “A festa de Milton Nascimento para Marina Machado

  1. Milton Nascimento apresentou ao restante do país pérolas como o clube da esquina e Uakti. Não poderia estar enganado ao fazer o mesmo com essa diva que como tudo o que é bom fica para um público mais restrito. Considero impressionante a qualidade da voz de Marina Machado e a sua competência como cantora.

  2. Christina, Chris, Christininha!

    Foi um prazer enorme abrir e ler quase tudo neste BLOG! É uma delícia ler o que você escreve!
    Você transporta tudo com muito emoção! Por que será? Eu sei!!!! Você ama o que faz e sempre acreditou !!!!Vou continuar lendo , se possível, toda vez que puder!
    Parabéns!! Com carinho!
    Maria Clara, Clara , Clarinha ….isso dá música ” Preta , preta, pretinha”…..rsrsrsrsr

  3. que site interessante….
    comecei a ler e nao parei.
    garota fm!!! vc escreve bem… quero continuar lendo e lendo… e lendo…
    quanto a marina machado fiquei um pouco triste por vc falar que esta ainda precisando amadurecer, sua voz é linda, encanta e é longe uma das melhores cantoras ascendentes no momento.
    durante o show marina pode ter se sentido um pouco timida, deve ser por isso que vc achou que ele precisa amadurecer, rsrssrs, perante uma plateia assim… blasé.
    sabe… fiquei assim meio blasé tb quando ouvi Marina pela primeira vez.
    graaande abraço!

  4. Oi Gustavo!
    Obrigada pela visita e pelo comentário! Na verdade, para mim, Marina Machado ainda não acertou no repertório. A voz é linda, sim. Acho que disse isso no post… Mas as músicas não prenderam a atenção. Pelo menos naquele dia, não. Mas sigo acompanhando esta mineira. Boa vontade aqui neste site é o que não falta.
    Beijos,
    Chris

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>